Cognição e Movimento

De Wikidanca

Ir para: navegação, pesquisa

Tabela de conteúdo

A Construção do Conhecimento

Através da conexão corpo e mente, tudo o que o corpo faz, é assimilado como conhecimento, pensamento e memoria. Na construção do conhecimento, tanto a experiência do corpo quanto a da mente, importam de igual maneira.

Enquanto isto, as crianças continuam sentadas em suas carteiras, forçadas a ficarem paradas por horas. Suas cabeças são a única parte delas que é estimulada e elas recebem informação passivamente. Uma das maneiras de trazer o corpo para sala de aula, é através da dança.

Conceito

Segundo Henri Wallon, a construção de si mesmo, exige espaço para todo tipo de manifestação expressiva: plástica, verbal, dramática, escrita, direta ou indireta, através de personagens suscetíveis de provocar identificação. Uma dieta curricular, exclusivamente constituída de atividades de conhecimento da realidade, estaria obstruindo grandemente o desenvolvimento.

Wallon dá especial ênfase ao movimento como campo funcional, porque acredita que o movimento tem grande importância na atividade de estruturação do pensamento, no período anterior à aquisição da linguagem.


Movimento

O movimento seria um dos primeiros campos funcionais a se desenvolver, e que serviria de base para o desenvolvimento dos demais.

Os movimentos, enquanto atividades cognitivas, podem estar em duas categorias: movimentos instrumentais e movimentos expressivos. Os movimentos instrumentais, são ações executadas para alcançar um objetivo imediato em si, não diretamente relacionado com outro indivíduo; este seria o caso de ações como andar, pegar objetos, mastigar etc. Já os movimentos expressivos têm uma função comunicativa intrínseca, estando usualmente associados a outros indivíduos, ou sendo usados para uma estruturação do pensamento do próprio movimentador. Falar, gesticular, sorrir seriam exemplos de movimentos expressivos.


Criativa2.jpg
imagem retirada de:http://www.lejf.org.br/pontodecultura/wp-content/uploads/2012/07/criativa2.jpg -data 25/04/2013


Referência Bibliográfica

TAILLE, Yves de La; OLIVERA, Marta Kohl de; DANTAS, Heloysa. Piaget, Vygotsky, Wallon: Teorias Psicogenéticas em Discussão. São Paulo, Summus Editorial, 1992

http://www.danca.ufba.br/arquivos_pdf/Texto_Virginia_Chaves.pdf

Patrocínio:

Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Ações
Navegação
Ferramentas
Visite-nos
Idana.net - Home